Qual o vínculo entre Jesus e a Doutrina Espírita?

Entrevista para o jornal da URE Norte – Curitiba, PR

O Espiritismo insere-se entre as religiões cristãs? Qual o vínculo entre Jesus e a Doutrina Espírita?

Conforme observa Kardec, a moral proposta pelo Espiritismo é a mesma moral apresentada por Jesus. Assim, a doutrina espírita pode ser considerada uma doutrina cristã, no sentido de que os princípios fundamentais do Espiritismo e as suas consequências morais expressam o pensamento de Jesus.

Para não deixar dúvidas sobre as relações entre o Espiritismo e o pensamento cristão, afirma Kardec:

“41. O Espiritismo, longe de negar ou destruir o Evangelho, vem, ao contrário, confirmar, explicar e desenvolver, pelas novas leis da Natureza, que revela, tudo quanto o Cristo disse e fez; elucida os pontos obscuros do ensino cristão, de tal sorte que aqueles para quem eram ininteligíveis certas partes do Evangelho, ou pareciam inadmissíveis, as compreendem e admitem, sem dificuldade, com o auxílio desta doutrina; vêem melhor o seu alcance e podem distinguir entre a realidade e a alegoria; o Cristo lhes parece maior: já não é simplesmente um filósofo, é um Messias divino.” (A Gênese, os milagres e as predições segundo o Espiritismo, capítulo I, Caráter da Revelação Espirita.)

Conforme o final do texto acima, Kardec sugere que Jesus se relaciona de forma muito especial com o Espiritismo. Podemos, de forma resumida, descrever o que representa Jesus para Kardec e para o Espiritismo:

1) Jesus é um Espírito puro ou perfeito: “Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível.” (A Gênese- Cap. XV- Os milagres do Evangelho – Superioridade da natureza de Jesus)

2) Jesus é o mais perfeito modelo: “Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo, e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque o espírito divino o animava, e porque foi o ser mais puro de quantos têm aparecido na Terra.” (O Livro dos Espíritos, item 625)

3) Jesus é o Espírito de Verdade, o Espírito responsável pelo Espiritismo: “Um novo livro acaba de aparecer. É uma luz mais brilhante que vem clarear a vossa marcha. Há dezoito séculos vim, por ordem de meu Pai, trazer a palavra de Deus aos homens de vontade… “Há várias moradas na casa de meu Pai, disse-lhes eu há dezoito séculos. Estas palavras, o Espiritismo veio fazê-las compreendidas…” (Espírito de Verdade) (Revista Espírita 1864 – Dezembro – Comunicação espírita – A propósito da obra Imitação do Evangelho segundo o Espiritismo)

4) Jesus, Espírito de Verdade, é o guia espiritual de Allan Kardec: “Não é um fato característico a inauguração de uma sociedade espírita que, como a vossa, se inicia pela reunião espontânea de cerca de 300 pessoas, atraídas, não por vã curiosidade, mas pela convicção e pelo único desejo de se agrupar num feixe único? Sim, senhores, o fato não só é característico, mas providencial. Eis, acerca deste assunto, o que ainda ontem, antes da sessão, dizia meu guia espiritual, o Espírito de Verdade:” (Revista Espírita 1861 – Novembro – Banquete oferecido a Allan Kardec – Discurso e brinde do Sr. Allan Kardec)

5) Jesus, Espírito de Verdade, é o dirigente do planeta Terra: “Essas obsessões frequentes terão, também, um lado muito bom, pelo fato de que estando penetrado pela prece e pela força moral, pode-se fazê-las cessar e pode-se adquirir o direito de expulsar os maus Espíritos e, pelo melhoramento de sua conduta, cada um procurará adquirir esse direito, que o Espírito de Verdade, que dirige este globo, conferirá quando for merecido.” HAHNEMANN – Médium: Sr. Albert (Revista Espírita 1864 – Janeiro – Um caso de possessão – Senhorita Júlia.)

6) Jesus, Espírito de Verdade, é o mestre de todo nós: “Eu tive que vos fazer ouvir uma voz tanto mais severa quanto mais espera de vós o Espírito de Verdade, mestre de todos nós.” Erasto (Revista Espírita 1861 – Novembro – Reunião geral dos Espíritas bordeleses – Primeira Esístola de Erasto.)

7) Jesus, Espírito de Verdade, é o Consolador prometido: “42. …reconhece-se que o Espiritismo realiza todas as promessas do Cristo a respeito do Consolador anunciado. Ora, como é o Espírito de Verdade que preside ao grande movimento da regeneração, a promessa da sua vinda se acha por essa forma cumprida, porque, de fato, é ele o verdadeiro Consolador”. (A Gênese – Capítulo I – Caráter da revelação espírita)

Assim, fica muito claro, segundo o Espiritismo, a importância de Jesus na vida de todos nós. Saibamos orar a Deus para agradecê-Lo pela assistência permanente de Jesus para todo o nosso planeta Terra.

Publicação original de Jornal Norte Espírita | União Regional Espírita Metropolitana Norte (URE Norte) Edição N. º 01 – Julho – 2015.


Todos os nossos produtos são criados para estudiosos da Filosofia Espírita e baseiam-se nas obras e pensamento de Allan Kardec. Todos os valores arrecadados são destinados ao Instituto IDEAK (Instituto de Divulgação Espírita Allan Kardec).

Este é um projeto: IDEAK | KARDECPEDIA | KARDECPlay